INSS do aposentado que trabalha pagaria a troca

As contribuições pagas ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) pelos aposentados que continuam trabalhando seriam suficientes para custear uma nova aposentadoria.

Esse é um dos argumentos apresentados pelo IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário) em defesa da troca de benefício no STF (Supremo Tribunal Federal).

O julgamento da chamada desaposentação poderá ser ainda neste mês.

Dos R$ 587,89 que o INSS gastaria a mais por mês por benefício, R$ 553,32 sairiam das contribuições do aposentado e do seu patrão, o que representa 93,76% dos gastos mensais do INSS, alega o parecer do instituto.

“O estudo mostra que a contribuição do segurado é suficiente para custear o novo benefício”, afirma Gisele Lemos Kravchychyn, advogada do IBDP.

Segundo ela, o instituto de defesa dos aposentados contratou uma consultoria para fazer esse estudo, mostrando que, diferentemente do que disse o INSS em sua defesa, no início do mês, não haverá um rombo nos cofres da Previdência caso a troca seja aprovada.

Crédito: Agora

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s