Surpreendido, Coritiba aposta na força do Couto

tn_620_600_03.27_-_coxa_maringa_lamento

Atordoado, o Coritiba retorna hoje para a capital refazendo a estratégia – agora mais complicada – para buscar o pentacampeonato estadual. O responsável pelo estrago nos planos foi o Maringá e os 2 a 1 de ontem, no Willie Davids, na primeira partida da semifinal do Paranaense.

Surpreendido, o Alviverde viu seu favoritismo ruir e agora aposta na força do Couto Pereira para reverter a vantagem do oponente – o jogo será às 16 horas de domingo. O Maringá joga pelo empate para coroar um projeto de sucesso e chegar a uma decisão inédita em apenas quatro anos de existência. O Coxa precisa garantir dois gols de diferença para evitar os pênaltis em casa.

A classificação para a semifinal já havia assegurado ao Maringá os seus principais objetivos na competição: as vagas na Série D e na Copa do Brasil 2015. Com a missão cumprida, a equipe, campeã da divisão de acesso em 2013, arriscou tudo ontem com um início de jogo empolgante.

“O nosso time dormiu. O Dado [Cavalcanti] avisou que os primeiros 15 minutos deles eram fortes”, afirmou o meia Robinho. E foi.

O Maringá precisou de apenas sete minutos para mostrar porque tem o ataque mais poderoso do Estadual. O Alviverde levou um golaço marcado por Max, que chutou de primeira. Aos 22, foi a vez de Cristiano, artilheiro da Série Prata, ampliar. São 25 gols da equipe no campeonato.

“Entrar dessa maneira em uma semifinal não dá. Nosso time olhou eles jogarem e não jogou. O time deles fez o que quis”, reconheceu o goleiro Vanderlei.

No segundo tempo, o Cori­­tiba até acordou, jogou, mas não o suficiente para se livrar totalmente da forte marcação, da velocidade, dos perigosos lançamentos e da empolgação dos donos da casa, empurrados pelo maior público deste Estadual: 14.750 pagantes (15.255 no total).

No geral, o Coxa também não controlou a pressão pelas laterais e acusou o desfalque de Germano. Vetado pelo departamento médico, o volante foi substituído por Norberto, que não rendeu. A recuperação do titular é esperada para ajudar a equipe a buscar mais uma final.

A situação só não é pior porque Julio César descontou. “[Com 2 a 0] Ficaria difícil. Tive e a felicidade de entrar e fazer o gol. Agora a vantagem deles é pequena”, comemorou o atacante. “Reverter dá. Mas temos de jogar mais”, reforçou Alex.

Crédito: Gazeta do Povo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s