Ganso sai do banco e salva o São Paulo; time ouve vaias no Pacaembu

106868

SÃO PAULO – Ganso é tímido, fala pouco e certamente não deve ter reclamado quando Muricy Ramalho decidiu colocá-lo no banco. Porém, ao entrar no segundo tempo neste sábado contra o Coritiba, deu a resposta como o torcedor gosta e, com uma linda assistência para Ademilson, ajudou o São Paulo a fazer o gol do empate por 2 a 2 e escapar da derrota em pleno Pacaembu.

Ele saiu do banco de reservas para tirar o time do sufoco com sua classe peculiar. O toque de primeira, em cavadinha, foi completado também em grande estilo por Ademilson, que marcou por cobertura e salvou a noite em que Muricy se tornou o terceiro técnico com mais jogos pelo clube. Ele chegou a 411 partidas, o mesmo número de seu professor na função, Telê Santana. Vicente Feola (532) e José Poy(422) lideram a lista.

Muricy escalou o São Paulo sem nenhum meia de origem porque queria a velocidade de Pabon e Osvaldo pelos lados. O objetivo era vencer a retranca do Coritiba, responsável por garantir dois empates sem gols nas rodadas anteriores e considerada muito difícil de ser furada em jogadas pelo meio.

Nos momentos iniciais do jogo,Pato assumiu o papel de ser a ligação com o ataque. Era comum ver os homens de frente do São Paulo gesticulando e conversando bastante entre si para tentar acertar o novo posicionamento tático.

Crédito: Estadão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s