MILÉSIMO GOL!

MILÉSIMO GOL DE ROMÁRIO,

ZEZO ANUNCIOU O CRAQUE

E UMA VIAGEM PELO TEMPO

Zé Domingos

Foi em 20 de maio de 2.007 frente ao Sport Clube Recife pela segunda rodada do segundo turno do Campeonato Brasileiro de Futebol que Romário cobrando pênalti aos dois minutos do segundo tempo fez o seu gol de número mil. O momento histórico marcado por muita emoção aconteceu no tradicional Estádio São Januário perante um grande público que há quatro jogos estava na expectativa de ver o “Baixinho” igualar a marca de Pelé.

O atacante estava ansioso em estabelecer a marca e isto fez com que em quatro partidas perdesse oportunidades incríveis para ir às redes. Com a indicação do pênalti pelo árbitro chegava a grande oportunidade, aliás, o mesmo acontecera com Pelé. Montado o aparato para a cobrança diante da apreensão do atleta e da esperança do goleiro Magrão em retardar a comemoração, mas Romário não vacilou e marcou. A festa estava formada e até hoje é relembrada pelo astro e por torcedores. O gol mil de Romário foi muito parecido com o de Pelé.

Ao relembrar o gol mil de Romário de Souza Faria me emociono porque me trás a presença do amigo especial, companheiro, parceiro, irmão e compadre José João Boslooper – Zezo que subiu antes do combinado deixando saudades e recordações sensacionais.

Lá pelos idos de 1.980 ouvia o compadre entusiasmado fazer referencias a Romário. Torcedor apaixonado do Vasco da Gama dizia com ufanismo que estava surgindo um craque e que iria fazer história no futebol. O “barão” como alguns o chamavam pela sua forma de bonachão mostrava conhecer futebol, pois, não demorou em o então jovem Romário começar a se destacar, a marcar muitos gols e ganhar a simpatia do torcedor. Já começavam a trata-lo como Baixinho, naquela intimidade que todos os astros conseguem diante de torcedor.

Ouvia o ufanismo do Zezo sobre o jogador e não dava muito atenção porque depois de ser um apaixonado por times de outros estados especialmente Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul sabendo escalações que até hoje fazem parte de meu arquivo mental, algumas bem antigas, particularidades de jogadores, técnicos e dirigentes passei a me interessar diretamente pelo futebol local. Mas o Zezo seguia enaltecendo e louvando o seu ídolo Romário.

Comentava que o novo astro começara no Olaria onde passou em 79 e 80 sendo então requisitado pelo Vasco da Gama onde começou a se destacar em 1.981. Explodindo com atuações notáveis pelo clube da Cruz de Malta Romário chamou atenção do mundo e foi contratado para jogar na Holanda pais que investia forte no futebol. Depois de temporadas de sucesso na Holanda, se transferiu para a Espanha tornando-se ídolo do Barcelona. Voltou ao Brasil onde jogou por Flamengo, Fluminense e teve várias passagens pelo Vasco da Gama. Jogou em outras equipes espanholas, passou pelos Estados Unidos e Emirados Árabes.

Craque consagrado chegou a Seleção Brasileira como figura de destaque tendo participação decisiva para a conquista do titulo mundial de 1.994 quando marcou gols importantes que permitiram ao time do técnico Carlos Alberto Parreira a sensacional conquista. Fez pela seleção 85 jogos de 1.987 a 2.005 e 71 gols. Encerrou a carreira com a marca de 1.058 gols em 856 partidas.

Mesmo identificado com o Vasco da Gama, Romário sempre se disse torcedor do América em face seu pai Edevair ser torcedor declarado do clube de Campos Sales, time também do compositor Lamartine Babo autor dos hinos dos grandes clubes do Rio de Janeiro. Para comprovar o seu amor pelo clube admirado pelo pai fez questão de encerrar sua gloriosa carreira jogando uma partida decisiva pelo América. Antes havia participado de um amistoso festivo para a despedida do centro avante Luizinho Lemos um dos grandes ídolos do alvi rubro.

A partida de encerramento aconteceu em 25 de novembro de 2009 quando o América enfrentou o Art Sul pelo Campeonato da Segunda Divisão. O América capitaneado por Romário ganhou o jogo e o titulo de campeão da temporada.

Romário em sua trajetória vitoriosa pelo futebol conseguiu vários títulos e se consagrou como artilheiro. Nascido em 29 de janeiro de 1.966 foi um dos melhores jogadores de futebol do mundo em todos os tempos. Hoje é deputado federal pelo Rio de Janeiro representando o Partido Socialista Brasileiro – PSB tem se destacado em sua atuação diante posições firmes que tem adotado. É cogitado como candidato ao Senado da República. É o terceiro maior artilheiro da história da seleção e foi goleador máximo em 27 das 83 competições em que participou.

Teve passagem rápida como treinador pelo Vasco da Gama entre 2.007 e 2.008. Um astro do futebol como previa quando do inicio de sua carreira o sempre lembrado e querido Zezo que comandou durante anos o nosso time “OS DESAVERGONHADOS”.

Disse anteriormente ter em mente até hoje formações de times de vários estados e para exemplificar cito o Botafogo do final dos anos 40, inicio dos anos 50 que tinha como jogadores – Osvaldo Baliza (goleiro), Gerson, Santos depois Nilton Santos, Arati o descobridor de Garrincha, Bob, Ruarinho, Paraguaio, Otávio, Geninho, Heleno de Freitas, Silvio Pirilo, Braguinha, Pampolini isto para citar apenas alguns – Fluminense – Castilho, Pindaro, Pinheiro, Vitor, Edson, Clóvis, Bigode, Lafaiete, Duque, Telê, Didi, Orlando Pingo de Ouro, Carlyle, Robson, Escurinho, Maurinho, Quincas – Flamengo – Garcia, Chamorro (goleiros), Tomires, Pavão, Jadir, Servilio, Dequinha, Jordan, Joel, Paulinho, Rubens, Moacir, Duca, Henrique, Indio, Benites, Esquerdinha, Dida, Babá, Zagalo, Biguá, Bria, Adãozinho, Hermes – Vasco da Gama – Barbosa, Augusto, Clarel, Belini, Coronel, Eli, Danilo, Jorge, Friaça, Tesourinha, Maneca, Ipojucã, Ademir Menezes, Chico, Isaias – América – Osni, (goleiros) Ivan, Osvaldinho, Ranulfo, Jorginho, Leônidas – Bangu – Rafaneli, Moacir Bueno, Nívio, Vermelho, Zizinho, Djalma, Teixeirinha procedente de Santa Catarina. Iria longe mencionando jogadores do passado, mas apresentei apenas uma mostra de alguns dos astros que fizeram história em times cariocas. São citações baseadas no “arquivo mental”. Brevemente vou apresentar reminiscências de grandes times que marcaram época no futebol brasileiro.

José Domingos Borges Teixeira

(Zé Domingos)

Rádio Barigui – AM – 1560 – Internet – www.radiobarigui.com – centraldetv.com.br – www.josedomingos.com.br – clicar Rádio Barigui – de segunda a sexta feira das sete as nove horas Comando da Manhã – No Mundo da Bola, telefones – (41) 3352-8686 – (41) 9972-0129 – e-mail – contato.josedomingos@hotmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s