Morre Juvêncio Mazzarollo-

Morreu na madrugada desta quinta, o jornalista Juvêncio Mazzarollo. Ele estava internado há 10 dias no Hospital Ministro Costa Cavalcanti, após sofrer um acidente vascular cerebral. O velório acontece na capela do Cemitério São João Batista, no centro de Foz, em seguida o corpo será levado para sepultamento na cidade de Veranópolis, no Rio Grande do Sul, onde nasceu.

Juvêncio era conhecido por ter sido o último preso político do Brasil, no final do período da ditadura militar. Ele foi um dos fundadores do jornal iguaçuense Nosso Tempo , periódico comprometido com a luta pelas liberdades democráticas no País.

O jornalista e professor combateu de forma incansável a intervenção militar, e, de modo especial, no poder executivo das cidades consideradas de “segurança nacional” à época. Sua militância política também deixou marcas na defesa de paraguaios exilados pela ditadura de Alfredo Stroessnner e na defesa da causa palestina.

Mas seu principal foco foia questão dos moradores da região (índios e pequenos e médios proprietários) do que viria a se constituir no reservatório da hidrelétrica de Itaipu. Em meio a esses embates, publicou “A Taipa da Injustiça”, contando o viés autoritário do início da construção da usina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s